Pages

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Homenagem - tio Assis.

As cortinas se fecham no campo da inspiração e do incentivo desse blog. Aquele que mais deu força e mostrou satisfação em ler essas linhas não está mais entre nós. É nesse difícil momento de despedida que esperei as palavras se manifestarem para prestar uma homenagem mais do que merecida.

Assis era tio, professor e verdadeiro admirador da literatura e do fantástico mundo das letras. Agora que o céu - azul celeste como seu Cruzeiro - recebe esse novo integrante, nós, aqui da Terra e simples seres escondidos nesse blog paramos para dizer um adeus dolorido, mas aguerrido como Assis, que bradou lutas louváveis pela vida, sendo um vitorioso mesmo em seu momento de sair de cena.

Escrever essas linhas sem emoção é impossível. Mãos, músculos e mente - todos trêmulos - são inevitavelmente reflexos dessa perda. Fiquei refletindo por esses dias qual seria a graça de manter o ESCONDIDIN tendo a certeza que não teria o comentário do tio Assis nos textos. Fiz ponderações, pensei em encerrar o blog, mas resolvi, enfim, que irei continuar escrevendo nesse espaço - até o momento que achar necessário ou que achar que ainda tenho gás.

Não mudarei meu foco de inspiração. Sei que não receberei os ansiosos comentários do tio Assis pedindo a continuação da história, ou cobrando um texto novo devido ao espaçado tempo sem publicações. Mas agora escreverei guiado por aquela estrela que surgiu no céu. Vejo-a nesse momento enquanto escrevo. Ela brilha, ela é nova e parece torcer de fato por cada letra que sai desses dedos inquietos.

Agora a estrela, azul como seu coração, tio, servirá de guia para os meus passos, para minha permanência nesse meio das palavras. Cada ponto final, cada encerramento de um texto terá uma dedicatória implícita a você. Seremos confidentes e companheiros das linhas que vão nascendo impensadas, das histórias que vão surgindo em cada dia.

O caminhar dos dias sempre será acompanhado por um vazio difícil de se superar. Mas esse vazio, cruel e inevitável, será suprido por essa certeza da bênção, do sorriso mineiro de quem não precisa dizer para mostrar que aprovou.

Um dia você falou: “Escreve mais que está interessante“. Hoje eu respondo, tio: “Escrevo sim, com sua companhia e sua bênção aí do céu”.

9 comentários:

Emilio Lanna disse...

Seu tio, sem dúvidas, merece cada linha desse seu texto mais que perfeito. Cada dia que passa, e olha que lá se vão 15 anos, eu fico ainda mais seu fã!
A estrela lá em cima não vai parar de brilhar nunca mais!
Com certeza ele ficou orgulhoso desse seu novo texto!
Abraços meu grande amigo!

Felipão disse...

Também tenho certeza que ele adorou o texto.
Estou assumindo o seu lugar de fã, se é que isso é possível... Valeu demais a homenagem, Batata!

Rafael Horta (BarRtuHorta) disse...

Tio Assis está sempre de olho no Blog ainda, único problema que agora não teremos mais seus comentários "postados aqui". Me emocionei com o texto assim como emocionei quarta-feira ao ver os olhos dele nas costas do Felipão. Nos encontramos todos em Diamantina. Um abraço primos!

RUBEM disse...

Olá Carlinhos.
O texto está ótimo. Separei os dois primeiros parágrafos e vou colocá-los no blog, chamando as pessoas para acessarem seu endereço, caso queira ler todo o texto.
Assis era meu amigo e tinha incorporado o blog em seu cotidiano. As contribuições que ele me mandou continuam a ser publicadas no Terapia. Essa é minha homenagem.
Um abraço.
www.terapiadecutuvelo.blogspot.com

Deize disse...

Hoje, tive coragem de ler o email que o Xande me passou.Fiquei muito emocionada, mas muito feliz. Ele sempre acompanhava os sobrimos mesmo sem falar com eles, sabia tudo que passava com cada um. Ele adimirava seus textos e sempre comentava : "Este Carlinhos é fera" Com toda a certesa ele vai continuar acompanhando e incentivando voce. Beijos da tia que perdeu o marido e ganhoun uma estrela, como disse voce.

Deize

Sávio disse...

Carlinhos , gostei muito da sua homenagem para o meu irmão, valeu muito, ele gostava muito do seu blog, vivia comentendo comigo. Eu tambem escrevi uma para ele na voz de Diamantina, vc leu? Obrigado por ter gostado do meu irmão.Abraços
Sávio

Carol disse...

Linda e merecida homenagem!
Não tem como não se emocionar...
Que você siga os conselhos do Tio Assis e continue sempre escrevendo seus textos e os disponibilizando em seu Blog!

bela disse...

Bela disse...
Carlinhos a perda de uma pessoa querida doi muito. As saudades são grandes mas como você disse que ele agora é uma estrela , sempre que olho para o Céu procuro acalmar meu coração pois sei que naquela constelação está uma estrela de olhos bem azuis que nunca vai apagar seu brilho nem nos abandonar. Parabéns,filho pelas palavras ao meu irmão querido e obrigado por ser meu filho . Continue escrevendo e cativando as pessoas. Te amo, mamãe.

Bibiana disse...

Ka, linda essa homenagem ao tio Assis, vc a cada dia se supera e nos supera tb! Não tem como não emocionar lendo essas linhas escritas com tanto carinho e admiração!!
Continue escrevendo, SEMPRE, vc sempre foi bom nisso e ese é o dom q Deus t deu.
Vc me orgulha dia após dia, vc é meu porto seguro, meu melhor amigo, meu irmão de sangue e alma!!
Amo vc eternamente; eu e a Naná, claro!! Bjos Bibi!

Pessoas pelo mundo que passaram por aqui:

Total de visualizações de página

Facebook