Pages

sábado, 29 de novembro de 2008

Veleiro.

Corri para ver o estrondo. Era tarde da noite, mas só eu acordei. Devia ser uma batida de carro, ou algum despencar de um objeto absurdamente pesado. Só que nada vi. Voltei para a cama e tentei dormir apressado, sentia-me testemunha de um caso complexo. O sono fugiu por completo, deixou-me sozinho, aflito. Apertava os olhos e nada. Ameacei uma oração, mas não havia concentração para isso. Sentei na cama procurando com os ouvidos novos acontecimentos. Um carro apressado - e velho - passou fazendo muito barulho, deitei. Uma música na cabeça, catarolei e sorri para o nada. O que era aquilo?

Os olhos ardiam de sono, a mente trabalhava como cedo. Era uma incompatibilidade intrigante, olhos e mente lutavam em meu corpo. Fiquei refém desse duelo, não tinha escapatória. Depois de muitas lutas e batalhas vencidas pelos dois lados, dormi. Olhos cansados não testemunhavam mais nada; mente recarregando enquanto os sonhos fazinham seu trabalho - fuzilando meu corpo.

Lá fora - na rua - o mundo continuava como sempre, rua vazia, barulho do vento...

Acordei pela manhã, bem tarde, não me lembro a hora. Estava cansado, a cabeça pesava, tudo resultado de um dia de batalhas. Tentei recordar o que havia acontecido, porém não adiantava. Lavei o rosto e lembrei do meu sonho: Eu navegava por uma calmaria no oceano, só que estava sozinho e numa grande lancha. Esse foi o meu sonho, longas horas de solitária viagem. Tempo suficiente para repensar na imensidão do mar, minha vida.

Fui tomar café com aquilo na cabeça. Na próxima noite - pensei - quero ter o mesmo sonho, no entanto, colocaria pessoas fundamentais no meu barco. Esse barco, por sinal, não seria mais uma grande e veloz lancha, mas sim, um simples veleiro, capaz de navegar um pouco mais devagar na imensidão...Aproveitar a viagem sem pressa de chegar a lugar algum.

14 comentários:

rosangela disse...

Gostei da forma como escreveu .. me fez refletir em uma serie de coisas ..

viver cada minuto, sem preça pra chegar ... a vida passa muito rapido e deixamos, as vezes. de curti as pessoas que mais amamos..

Abç.

epifannias disse...

gostei da idéia de nao ter pressa de chegar, quando estamos com a pessoa certa, o que mais queremos é que o tempo PARE memsmo!!!

Flá Romani disse...

Muito legal o texto.Vc escreve muito bem. Gostei

Gisa disse...

Gostei do seu blog... você escreve muitíssimo bem!

Ellen Regina - facetasdemim disse...

Vm agradecê-lo pelo link.
Fico feliz q tenha gostado tanto assim do q produzo.
Muito obrigada!
ellen regina
www.facetasdemim.blogspot.com

Yo Carmo disse...

Querido amigo avassalador...
Que bonito seu texto!
Interessante a escolha do veleiro... Apesar da sugestão de calmario... o veleiro não se move durante a ausencia de vento... é preciso algum movimento para sentir essa sensação de "paz" que é oposto de marasmo...
venha nos visitar tb.
http://avassaladorasrio.blogspot.com

Anônimo disse...

Olá!
Primeira vez que passo por aqui, e como primeira impressão é que fica, gostei muito e voltarei mais vezes.

Passo por essa batalha quase todos os dias, sofro de insonia e é muito ruim.

Grande abraço!








http://ajairon.blogspot.com/

amandaedalete disse...

Muito massa! \o/ umdia chego ai...

Lari. disse...

Me fez bem! Seu 'post' me deixou com vontade de ler um livro. Fugir dos meus pensamentos e vagar pelos pensamentos alheios. Às vezes isso faz bem!
Abraço.

Miriã Soares disse...

ah, se pudesse conduzir os sonhos...

http://mdiversidades.blogspot.com/

rafael disse...

E ai cara ,beleza ?
Retribuindo a cordialidade aqui .
Tenho uma dúvida ,sou novo nesse meio . Gostei do seu blog ,como faço para add no meu ?
Abraço !

Sabrina Andrade disse...

Muito bom o texto, vc escreve bem pacas..

Abç


http://mundoplancton.blogspot.com

м α ỷ т т α disse...

Esse texto me fez querer lê-lo até o fim...

Muito bom...


Encantada!


;D

Ellen Regina - facetasdemim disse...

Carlinhos,

Recebi ontem um selo e estava, até agora, com uma dúvida danada sobre quem indicar.

Agora, lendo seu texto "Veleiro", todas as minhas dúvidas se dissiparam... Tem um selo para vc lá no facetas! Parabéns! Foi por puro merecimento.

Pessoas pelo mundo que passaram por aqui:

Total de visualizações de página

Facebook