Pages

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Um dia.

Um dia soube que as crianças seriam mais felizes se os pais tivessem juntos.
Um dia torci para que os pais de toda criança fossem pessoas de bem.
Um dia mascarei uma verdade para fazer uma criança feliz.
Um dia disse para mim mesmo que a mentira é um grande defeito e menti dizendo que não minto.
Um dia vou crer nas palavras das pessoas sem desconfiar.
Um dia serei mais sincero.
Um dia chorarei sem secar as lágrimas do rosto.
Um dia vou rir no momento inoportuno e não ficarei fazendo força para parar.
Um dia vou ver o pôr do Sol com a pessoa amada e o céu estará limpo.
Um dia vou ter um filho.
Um dia vou contar histórias engraçadas para pessoas queridas.
Um dia vou voar de asa delta.
Um dia verei que o esforço valeu a pena.
Um dia vou acordar ao meio-dia.
Um dia vou ler o livro da minha vida.
Um dia vou chorar mais uma perda de uma pessoa querida.
Um dia será infinitamente grande, daqueles que não acabam.
Um dia vou andar com o pensamento em outro mundo e estarei de mãos dadas com Deus.
Um dia vou morrer e deixarei saudades.
Um dia as pessoas se lembraram que fizeram parte da minha vida.
Um dia a noite será a mais linda no momento mais lindo.
Um dia meus defeitos serão esquecidos.
Um dia....ah, um dia como o de hoje merece um brinde. Nada de extraordinário aconteceu, mas olhe para fora e veja como é bom viver.

E você, o que fará um dia?

10 comentários:

seuvicio disse...

Um dia de noite numa pedra de pau.

Só.

Diogo de Castro disse...

Muito boa reflexão!

Philipe disse...

òtimo texto, mecherá com muitas pessoas!

http://maluconews.blogspot.com/

Anônimo disse...

Olá garoto.
Por falar em "Um dia" estou lhe enviando meu poema intitulado
"1 Dia"

Shishishishishishishishishishishishi.
Faça silêncio. Coloquei o cérebro para dormir.
Ele é sempre tão autoritário.
Comanda a vida com mão de ferro.
Institui tudo, programa tudo, estabelece tudo.
Reprime. Proíbe. Censura.
Parece general de tempos de ditadura.

Nada disso!!! Quero um dia só pra mim.

Bem de manhãzinha acompanhar o raiar do sol.
E ser como ele.
Esquentar tudo. Iluminar a todos. Dar claridade.
Nada daquela lua cheia de brilho que não é seu.
Gelada. Pálida. Silenciosa e sozinha,
tão devagar se deslocando no céu.

Quero um dia só pra mim.
Fazer explodir a casa do presidente. Qualquer presidente.
Com um barulho tão grande que pareça um vulcão
lançando lava, cinza e enxofre, festejando a vida da terra.
Nada que seja como o cogumelo letal e radioativo do artefato diabólico,
a nos deixar tão quebrados, tão doloridos, tão cheios de ais.

Quero um dia só pra mim.
Ser uma planta viva e verde. Verde-limão daquele que só se acha em computador.
Magnífica. Frutífera. Portentosa.
A dar sombra e abrigo para merecidos descansos.
Nada do amarelo de erva daninha a sugar a seiva dos vivos,
e retirar do nosso alcance a variada cor da natureza.

Quero um dia só pra mim.
Molhar-me na água salgada que desliza pela areia e se espraia aos meus pés.
Macia. Fria. Revigorante. Livre.
Nada que se pareça com um muro de arrimo.
Cinzento. Insensível. Áspero e duro,
a estancar idéias. A impedir o desabar. A cercear.



Quero um dia só pra mim.
Dançar freneticamente, com corpo, pernas, sorrisos e
fantasias de vermelho esfuziante, como as dançarinas de cancã.
Nada do lamento das músicas compassadas e lentas,
a acompanhar caixões marrons de falso brilho de verniz,
rumo a lápides chorosas e por vezes injustas.

Quero um dia só pra mim.
Rir de todas as piadas. Rir de todas as desgraças.
Saltitar como um cabrito montês em plena infância,
a celebrar a vida que lhe vem de encontro.
Nada de siso. Nada de solene. Nada de terno e gravata,
nuances sociais a nos dizer todas as regras que limitam a vida.

Quero um dia só pra mim.
À noite, chego bem devagarinho, acordo o cérebro e
vou dormir meus sonhos.
rubem-terapiadecutuvelo.blogspot.com

Marcel disse...

Acho que vou fazer um monte dessas coisas. Ou não.
Inspirado, isso!

Ah! Carlos, tem selo pra vc lá no meu blog. É o "Jovens que pensam". Passe lá depois para recebê-lo (caso queira). Abraço!

Liipee disse...

Legal teu texto.
lembro-me que já vi um parecido..
mas não era um dia..
era 'eu confesso'..
bom,
Um dia eu ainda vou ser o cara mais apaixonado da vida, e ainda sim, acredito que um dia serei muito feliz.

epifannias disse...

Oi! passando pra agradever sua visita, seus elogios e pra falar que tb estou te acompanhando, sucesso

Jorjão disse...

Poesia total!!
Parabens
Abraços

Letícia disse...

Foi você quem escreveu, Carlinhos? O encadeamento de ideias está perfeito e o tema é belíssimo, parabéns.
Gostei muito desse trecho aqui: "Um dia vou rir no momento inoportuno e não ficarei fazendo força para parar." Isso é fundamental. : )
Te convido a conhecer o nosso site também, tá bom?
Bjs!
http://www.masternewmedia.org/pt

cristiano silva disse...

Sinceramente estou impressionado com a sua facilidade de escrever. confesso que quando entrei no blog e vi esse monte de testo pensei "nossa mais um blog cheio de chatice escrita sem pé nem cabeça" , mas para minha surpresa seus testos são envolventes e bem escritos. Parabéns invista nesse dom.

Pessoas pelo mundo que passaram por aqui:

Total de visualizações de página

Facebook