Pages

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

...

Há aproximadamente seis anos eu começava a faculdade de jornalismo. Era um momento mágico, pois iniciava o que - pelo menos na minha cabeça - imaginava ser meu destino profissional.
Os anos foram passando, as experiências foram se sucedendo e o sonho de uma profissão "perfeita" foi se desfazendo. Passei por algumas vivências profissionais interessantes, mas nenhuma (até o momento) me empolgou, me fez sentir realizado - como eu pensara no começo de tudo.

Ainda hoje, jovem e com um ano de formado, percebo como minha visão de carreira se transformou. Neste instante, estou atrás de estabilidade profissional e financeira, por isso, assim como muitos outros jovens, resolvi apostar em ingressar num concurso público.

A dedicação e a cobrança pessoal são maiores que nos tempos da graduação. Hoje, sou, ao mesmo tempo, um gerente e um funcionário encarnados num só corpo (sem remuneração, é claro!), brigando para manter a rotina dos estudos, não perder o foco.

É inegável que meu caminho está mais espinhoso, porém, sou mais maduro e, ao mesmo tempo, mais preocupado com o tempo que urge.

Vejo lá no fim do túnel uma luz brilhando para mim. Muitas vezes parece próxima, outras, inalcançável.

Neste momento, sinto uma insegurança bem grande, só que tento não me prender a estes percausos, mas sim, estudar e me preparar para as batalhas.

Por fim, caro amigo, procuro aprender a lidar com fracassos em algumas situações e nunca baixar a cabeça. Afinal, é preciso remar e se preparar, sem colocar a culpa no destino, nos outros, no passado ou no futuro.

Ficou parecendo um cenário de um livro de auto-ajuda? Então não perca seu tempo, foi só um desabafo desse blogueiro que, como muitos, continua na luta.

2 comentários:

Sávio disse...

Carlinhos, continue acreditando no que voce quer e deseja para o seu futuro profissional, barreiras e pedágios irão aparecer mas creio na sua força espiritual e humana , pois vencerá tudo e atodos , confie em vc mesmo e peça a Deus para que te guie no caminho desejado. Desabafar é muito bom continue sempre escrevendo o que deseja , isso alivia um pouco a alma.
Um grande abraço
Sávio Horta

Diogo disse...

Rapá!
Relaxa que o que é Teu tá guardado!
Se preocupa com isso não!!!
Tenha fé!
Abçs

Pessoas pelo mundo que passaram por aqui:

Total de visualizações de página

Facebook