Pages

sábado, 11 de outubro de 2008

Utópico?

Eu poderia passar a noite inteira aqui, escrevendo sem parar, jogando pro lado o sono teimoso que cisma em chegar, mas pouparei vocês e meus doloridos dedos.

Então o recado será curto, direi coisas simples e definitivas, falarei da verdade absoluta!?

Não, não tenho tamanha pretensão. Sei que o absoluto não existe, que tudo é relativo, depende do ponto de vista, depende da interpretação, do olhar, da expressão corporal, enfim, de muitos fatores subjetivos. Por isso, não posso ser tão simples e breve. O que me rodeia, me forma e me faz viver é complexo demais para ser tratado como uma coisa tão simplória, que caiba num (pretensioso) blog.

A imensidão das possibilidades chega a assutar, olhar para o horizonte e ver.... o infinito - que não se enxerga. Dá medo, mostra como somos pequenos, ínfimos pertos da grandeza do universo.

Então, por que tanta soberba entre nós, tanta ganância, tanta busca pelo dinheiro, faz parte do jogo da vida?

Pode ser, só que prefiro acreditar que é possível jogar em outro tabuleiro, onde não seja preciso apelar para tudo, onde a vida, em si, seja sedutora e digna de holofotes. Mas, para fazer parte desse novo jogo, com novas peças e novos trajetos, preciso de novos companheiros, parceiros de batalha (de caminhada).

Aqui, o mundo que se almeja não é sujo nem maquiado por uma esperteza digna de orgulho (besta). O jogo leva um certo espírito de pureza, jogado de peito aberto, olhando no olho de quem está a nossa volta.

Quem se habilita?

11 comentários:

30 e poucos anos. disse...

O grande problema é que o homem ( eu me incluo ) está a procura de TER e não de SER ... a busca do material deixa tudo mais frio.

Mister R disse...

É realmente complicado viver nesse mundo, mas tenho a esperança, que ainda que ninguém se importe, eu quero me importar e fazer a minha parte, e graças a Deus tenho encontrado pessoas que também estão dispostas a fazer a diferença, ainda que isso não faça diferença nenhuma!!

http://midiaculturaletc.blogspot.com/
http://repostasnuncaperguntadas.blogspot.com/

Jazz disse...

Você é jornalista :O
morri agora, masocay, eu sempre quis ser crítia, daquelas que falam mal das coisas e reclamam de tudo (não que criticos só façam isso, mas é assim que eu sou mesmo), meu blog retrata bastante isso @_@
se quiser ler, eu me sentiria honrada, mas chega de propagandas inconvenientes e vamos direto ao ponto, você é um poeta, ou só pensa demais, eu sempre achei que o mundo fosse futil e fim de papo,as pessoas só pensam em dinheiro e .... em dinheiro, mas fazer o que, vamos morrer logo e não precisaremos mais nos preocupar com a futilidade mundial e tudo mais.

Roberto disse...

eu me arriscaria a jogar,
mas (infelizmente) não posso fzr isso, ou serei...massacrado, literalmente, por estas pessoas que estão no mundo para apenas ganhar, sem se importar como.



bom texto!

Michel Domenech disse...

Muito bom o blog!
è verdade, mas o fato de as coisas serem tão misteriosas as torna ainda mais fascinantes, imagine como perderia a graça se soubéssemos de tudo.

Lidianne Andrade disse...

eu mesma nao!
:)
amei!

Renata disse...

E ser absoluto não é algo relativo? hehehe
Usando a metáfora do texto, realmente tudo é um jogo, o problema é que cada um escolhe suas próprias regras... Isso será errado ou certo? É relativo... ehehe
Bjocas

Lipe disse...

Eu jogaria, mas, sozinho não venceria nunca. Sei que é um pensamento pessimista, mas é assim que a grande maioria (errada) pensa.
Muito bom o blog!
PARABÉNS!

Ellen Regina - facetasdemim disse...

Olá, Carlinhos,

Me vi muito em seu texto, em determinados momentos até parecia ter sido eu a escrevê-lo...

Quanto ao seu desafio...já o aceitei faz tempo... mas não se engane, esse é um caminho solitário, pessoal, mesmo que outros também optem pelo mesmo caminho

HoneyBee disse...

Eu ainda não me habilito!

carolina abdalla disse...

quando falamos para no importamos mas com o ser do que ter parece que falamos besteira, coisa de outro mundo. ainda penso qque em cada um existe alguém que se importa com o ser, ainda tento.
obrigada pelo comentáriio no meu (:
beeijos!

Pessoas pelo mundo que passaram por aqui:

Total de visualizações de página

Facebook